RPG • Reeducação Postural Global

Reeducação postural global (RPG) é um método de fisioterapia desenvolvido pelo francês Philippe Emmanuel Souchard, o qual foi apresentado ao mundo na obra "O Campo Fechado", publicada em 1981, depois de 15 anos de pesquisas.
Difere dos tradicionais, pois faz uma abordagem global do corpo, com o objetivo de alcançar um tratamento eficiente nas articulações.

A técnica poderia até ser chamada de holística, pois parte de três pontos básicos:
Individualidade - cada ser é único;
Causalidade - encontrar a causa do problema;
Globalidade - o corpo é encarado em sua totalidade.

Souchard elaborou três princípios básicos da RPG:
Só as posturas ativas em alongamento podem devolver aos músculos encurtados e dolorosos sua força, seu comprimento e sua flexibilidade.
A flexibilidade dos músculos da estática, que são responsáveis pela boa ou má sustentação do corpo, é primordial.
Só as posturas de estiramento progressivo cada vez mais globais permitem alongar todos os músculos encurtados, assim como reencontrar a retração de origem.

Indicações:
Ortopédicos - desvios posturais, pés planos e cavos, joelho valgo, joelho varo, escoliose, hiperlordose, hipercifose, torcicolo, dores na coluna vertebral lesões por esforço de repetição (LER/DORT)
Reumatológicas - artrites, artrose, bursite, tendinite.
Neurológicas - hérnia de disco, labirintite e alguns tipos de cefaléias
Pneumológicas - asma, bronquite
Ginecológicas - atuando na cadeia muscular assoalho pélvico-diafragma
Odontológicas - algumas alterações da articulação temporomandibular
Somáticas - estresse, distúrbios circulatórios e digestivos.
Estética - melhorando a postura e a auto-estima

"É também uma poderosa ferramenta de prevenção dos processos degenerativos articulares. Aplicada em crianças e jovens, previne as conseqüências da má postura".

As sessões de reeducação postural global são individuais e duram em torno de 1 hora. Os exercícios são realizados com a orientação de um fisioterapeuta qualificado para aplicar o método

Voltar para home